Number of Posts

[EVENTOS CULTURAIS] Casas artísticas de Salvador realizam circuito de programação cultural


O verão pode ser tam
bém um espaço de unir arte, cultura e debate sobre feminismo. É o que propõe a 2ª edição do Circuito CASAS Alternativas de Salvador, que integra cinco casas artísticas localizadas no Centro da cidade e traz uma intensa programação de oficinas, performances, rodas de conversas e palestras. Desenvolvido pelo Coletivo Ponto Art, o projeto foi contemplado pelo Edital Arte Todo Dia – Ano V, promovido pela Prefeitura por meio da Fundação Gregório de Mattos (FGM).
A iniciativa acontece de sexta a domingo (10 a 12), na Casa Rosada Barris, Casa Charriot, Casa Preta, PachaMãe LatinoAmerica e Casa d'A Outra. A programação completa está disponível no site www. coletivopontoart. com. br/ ii-circuito-casas.
A segunda edição do circuito visa fortalecer a produção artística de mulheres, criando uma rede de colaboração através do diálogo e da troca entre casas e realizadoras de diferentes linguagens artísticas, bem como práticas terapêuticas, ligadas ao autocuidado e autoconhecimento. O tema “Construções Feministas: discutindo estratégias de transformação cultural”, foca no fortalecimento da produção artística-cultural feita por mulheres.
“Por feminismo entendemos movimento de mulheres contra todas as formas de opressão, para garantir o direito de todos, igualdade de direitos e respeito às diferenças, para assim viver de forma menos opressora e mais saudável”, afirma a bailarina e coreógrafa Jack Elesbão, integrante do Coletivo PontoArt, um dos grupos idealizadores do projeto.
O Circuito CASAS quer contribuir para que as produções de mais mulheres sejam visíveis, assim como suas pautas. “Novas questões estão latentes: formação, acolhimento de mães, discutir jornada dupla de trabalho, ter espaços seguros para falar sobre inseguranças, empoderamentos, violências” acrescenta Nai Menezes, uma das coordenadoras do Coletivo PontoArt.
Artistas independentes – As casas alternativas são espaços vitais da cena cultural de Salvador, especialmente no Centro da Cidade. Elas reúnem artistas independentes que têm nesses espaços as condições de produzir arte e atividades culturais, além de criar novos cenários de produção e pensamento. Pautas como acolhimento e condições para que mães artistas e produtoras possam criar, empoderar-se e resistir fazem parte desses espaços que, através do afeto e da arte e cultura, reconfiguram as noções de feminino, de sororidade e de parceria com companheiros.

Casa D’A Outra

10 de janeiro (sexta)

Das 13h às 17h, acontece a oficina de fotografia "Nós Mesmas - Retratando a Autoestima", com as professoras Rebeca Ribas e Sandra Travassos. O ingresso é R$ 30.

Às 20 horas, tem o espetáculo teatral "A Reza", com direção de Juliana Roiz e atuação de Andréia Fábia. Os ingressos custam R$ 10 e R$ 20.

11 de janeiro (sábado)

Às 19 horas, tem a performance "Burcas", com direção e atuação de Lene Nascimento. Os ingressos custam R$ 10 e R$ 20.

Casa Charriot

10 de janeiro (sexta)

Às 20 horas, tem a performance "Boneca", da artista Abigail Nunes. O ingresso é R$ 10.

Às 20h30, é a vez da performance "Makumba dy Kuka", da artista Kukua Dada. O ingresso é R$ 10.

11 de janeiro (sábado)

Às 17 horas, tem a oficina "Pagode Baiano", com professoras do grupo Bote Fé. O ingresso é R$ 10.

Às 21 horas, tem filme, seguido de versos e poesias "EM´IM ME LEIO", com produção de JuntAs (Gira Pomba Produções). O ingresso é R$ 10.

Casa Pachamãe

10 de janeiro (sexta) - Almoço CASAS

Às 12 horas, tem a oficina "Ayurveda e Autoamor Mulheres", mediada por Caroline Reis. Os ingressos custam R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira).

Às 16 horas, tem a oficina "Movimento dos Baobás - Tecnica Acogny", mediada por Roberta Roldão. Os ingressos custam R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira).

11 de janeiro (sábado)

Às 14 horas, tem a ação "Círculo de Mulheres (Terapia)", mediada por Lia Vasconcelos. Os ingressos custam R$ 30 e R$ 15 (vizinhos da comunidade).

Das 18h às 20h30, tem "Sambada de Coco de Mulheres", mediada por Thalita Batuk. Os ingressos custam R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira).

12 de janeiro (domingo)

Das 9h às 12h, tem a oficina de teatro "Monstras, monstrinhos e monstrouoses: criações e invenções de si", mediada por Maria Tuti Luisão. Os ingressos custam R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira).

Das 15h às 18h, tem a oficina "Teatro brincantes", mediada por Graça Meurray. Os ingressos custam R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira).

Casa Preta

10 de janeiro (sexta)

Às 19h, tem o espetáculo "Dobra", com a dançarina Ana Brandão. Os ingressos custam R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira).

Às 20h, tem show com a artista Viviane Pitaya. Os ingressos custam R$ 5 (meia) e R$ 10 (inteira).

11 de janeiro (sábado)

Às 13h, tem a oficina "Eu vejo você - Dança do orixá para não dançarinas", com a professora Fabíola Nansurê. A inscrição custa R$ 30.

Às 18h, tem a performance-imersão "Clitorínea Deusa do Prazer", com a artista Violeta Samo. Os ingressos custam R$ 11 (meia) e R$ 22 (inteira).

Às 20h, tem a performance "Corpus Mundi", com a artista Bárbara Carvalho. O ingresso custa R$ 10 (inteira).

12 de janeiro (domingo)

Às 18 horas, tem a cena "Entre tantas outras, nós". Os ingressos custam R$ 5 (meia) e R$ 10 (inteira).

Às 19h, tem uma performance com cinco mulheres negras, dançarinas do grupo "Encontro com o Corpo", conduzido por Leda Maria Ornellas. Os ingressos custam R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia)

Casa Rosada

10 de janeiro (sexta)

Das 9h às 13h, tem a oficina "Estética Afro-Brasileira ontem e hoje", com as oficineiras do Instituto Cultural Yabás do nosso tempo. O ingresso custa R$ 20 e todos os participantes ganham um turbante.

Da 10h às 12h30, tem a oficina "Mulheres Fazem: Oficina de Leitura de Escritoras Baianas Contemporâneas", com as oficineiras da Oxe: Literatura Baiana Contemporânea. Os ingressos custam R$ 4 (meia) e R$ 8 (inteira).

Das 15h às 17h, tem a oficina "Tambora Ayó", com a professora Monica Millet. O ingresso custa R$ 25.

Das 19h às 21h30, tem o documentário "Mulheres da pá virada: histórias e trajetórias na capoeira", com a produção de Marias Felipas. Ingresso: colaboração consciente.

11 de janeiro (sábado)

Das 13h às 16h, tem a exposição e desfile "Vai ter Gorda", com produção de Adriana Santos e Vai ter Gorda!. O acesso custa um quilo de alimento ou uma lata de leite em pó.

Das 16h às 20h, tem o pocket show "Jann Souza e Dj Larriel". O show acontece às 16h; o DJ, às 18h. O ingresso custa R$ 10.

12 de janeiro (domingo)

Das 10h às 12h, tem a oficina "Ayurveda e Autoamor Mulheres", com a oficineira Caroline Silva dos Reis. O ingresso custa R$ 30.

Das 13h às 15h, tem um almoço e roda de partilha sobre perda gestacional, violência obstétrica e os silêncios que acontecem nos processos de abortos, com produção do Coletivo Flor de Jasmin. O acesso é gratuito.

 

[EVENTOS CULTURAIS] Casas artísticas de Salvador realizam circuito de programação cultural [EVENTOS CULTURAIS] Casas artísticas de Salvador realizam circuito de programação cultural Reviewed by tvliberdade on janeiro 10, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário

Business

Ao Vivo