PREFEITURA - firma campanha junto ao comércio para incentivar vacinação

 


Para acelerar ainda mais a vacinação em Salvador e alcançar as cerca de 200 mil pessoas que ainda não retornaram aos pontos de imunização para a segunda dose, a Prefeitura firmou uma campanha junto a lojas, shoppings, bares e restaurantes. Os estabelecimentos comerciais oferecerão a partir de 5% de desconto nos produtos e serviços oferecidos a clientes que se vacinarem contra o coronavírus.

O anúncio da iniciativa foi realizado nesta quinta-feira (28) pelo prefeito Bruno Reis, ao lado de gestores municipais e de representantes dos setores de comércio e serviços da cidade, durante a apresentação do programa Volta por Cima, no Wish Hotel da Bahia, no Campo Grande.

A mobilização já começa a valer a partir de segunda-feira (1º). “Cada setor vai definir o percentual de desconto e as exigências de comprovação. É a Prefeitura procurando chamar à consciência, estimular e gerar benefícios para que as pessoas voltem para concluir o ciclo vacinal”, disse Bruno Reis.

“Os lojistas estão se organizando. É uma campanha que espero que tenha adesão. É isso que vai permitir vislumbrar a retomada da normalidade, o que inclui a realização de grandes eventos”, ressaltou o chefe do Executivo municipal.

Na ocasião, foi destacado o esforço da Prefeitura para acelerar ainda mais a vacinação da população contra a Covid-19 na cidade. Na última terça (26), foi permitido a todos os cidadãos acima de 18 anos o acesso à segunda dose, para que completassem a imunização. Além disso, foi antecipada a aplicação da terceira dose para cinco meses de intervalo, em vez de seis meses.

Apesar de ter 99% da população-alvo, acima de 12 anos, vacinada com a primeira dose, Salvador possui apenas 70% acima de 18 anos imunizados com a segunda dose. Até esta quinta-feira (28), Salvador vacinou 2,1 milhões de pessoas com a 1ª dose, 1,5 milhão com a segunda dose e 171 mil com a terceira dose.

Novas flexibilizações – Devido ao arrefecimento da pandemia da Covid-19 e ao avanço da vacinação, a Prefeitura vai publicar novas medidas de flexibilização sanitária. Uma delas é a revogação da exigência de aferição de temperatura em estabelecimentos públicos e privados. A outra é o fim do distanciamento mínimo de um metro entre pessoas em um mesmo ambiente.

“A partir de amanhã (29) estamos tirando nos nossos decretos a exigência da aferição de temperatura. Dos mais de 1,2 milhão que passaram pelas medições nos acessos aos shoppings, não houve nem 100 pessoas identificadas com temperatura acima 37 graus", explicou o prefeito.

“Também estamos revendo os nossos protocolos de distanciamento, que deixarão de existir. Em todos os estabelecimentos comerciais e escolas vamos tirar a exigência de um metro de distância, mas vamos manter a utilização das máscaras”, completou Bruno Reis.

Ele reiterou que só após a conclusão do ciclo vacinal é que será cogitada a retirada do uso obrigatório da proteção no rosto. “Diferente de outras cidades e estados, daremos outros passos antes disso”.

FONTE: http://www.comunicacao.salvador.ba.gov.br

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem