*Campanha: Domingo é Meia Passagem 2022 - PUP

Acordo com instituição catalã possibilitará trabalho social em comunidades de Salvador



A cidade de Salvador e a Cátedra Unesco de Sustentabilidade da Universidade Politécnica da Catalunha (UPC), na Espanha, firmaram acordo de cooperação para parceria e melhoria na resiliência urbana, desenvolvimento social e sustentável e mudanças climáticas, que vai beneficiar as áreas mais pobres da capital baiana. O memorando de entendimento foi assinado na semana passada pela vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos e o professor reitor da universidade, Daniel Crespo Artiaga, com presença do Diretor da Cátedra Unesco de Sustentabilidade, Dr. Jordi Morató.

Logo após o ato de oficialização da parceria, ocorreu a primeira reunião para definir as ações que serão implantadas em Salvador. “Essa parceria deixa um legado para a cidade, pois alcança as comunidades mais pobres, identificando os problemas sociais e propondo as soluções conjuntas, com uma universidade renomada da Espanha através do corpo técnico de profissionais e professores da Cátedra Unesco de Sustentabilidade da UPC. É uma ação articulada através dos nossos Escritórios de Governança Social e de Cooperação Internacional”, afirmou Ana Paula.

O projeto em conjunto com a Universidade da Catalunha já foi aplicado em outros países, como Colômbia e a própria Espanha, no desenvolvimento da cidade de Barcelona. A Colômbia, por exemplo, era reconhecida no mundo pela violência, e hoje é marcada pela transformação e desenvolvimento social. “A ideia é usar a tecnologia aplicada lá e trazer para nossa cidade, contribuindo na estruturação social das comunidades de Salvador”, completou a vice-prefeita.

Serão disponibilizados técnicos, professores e pesquisadores da Catalunha que, a partir de dados coletados em Salvador, usarão as metodologias de desenvolvimento. O grupo terá acesso aos dados do planejamento estratégico da cidade, da área de requalificação e locais de riscos, para nos ajudar a fazer uma gestão de governança, unindo a tecnologia à área social. O apoio não tem custos para a administração da capital baiana.

Atuação – A assinatura do memorando é fruto da participação da vice-prefeita no Smart City Expo World Congress, ocorrido ano passado. Ana Paula palestrou no principal evento internacional sobre Cidades Inteligentes, realizado em Barcelona, na Espanha. Neste ano, Ana Paula Matos participou também do projeto Smart City Brasil, desenvolvido pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP). Representando Salvador, a vice-prefeita foi convidada pela entidade para o evento de investidores e empreendedores catalães, com 100 prefeitos do Brasil.

As áreas específicas para cooperação são a Transformação Social, Ação Climática, Desenvolvimento Sustentável e Resiliência; Capacitação e conscientização dos servidores municipais sobre os ODS e Agenda 2030; Apoio aos organismos públicos para conscientização acerca das mudanças climáticas nas comunidades, através dos Núcleos Comunitários de Proteção e Defesa Civil (Nupdecs); Apoio técnico para criação de um guia sobre economia circular; Cooperação entre Secretarias Distritais, Organismos e Instituições de ambos os países.

Um grupo de trabalho com membros estratégicos da Prefeitura já foi criado e a proposta é atuar já este ano, após a análise estudos dos dados por parte da Universidade. O projeto tem prazo máximo de quatro anos para ser efetivado.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

*Campanha: Domingo é Meia Passagem 2022 - PUP