*Campanha: REGULAR DE ENTREGAS 2023

Prefeitura assina acordo para oferecer treinamento em segurança cibernética a 20 mil professores e 115 mil alunos




Fotos: Valter Pontes/ Secom
Reportagem: Thiago Souza e Eduardo Santos/ Secom_

Um acordo de cooperação assinado nesta quarta-feira (31) pela Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria de Inovação e Tecnologia (Semit), e a Fortinet, vai garantir o fortalecimento da segurança cibernética na gestão municipal da capital baiana. O plano de ação prevê um treinamento, organizado pelo Fortinet Training Institute, sobre segurança cibernética para cerca de 10 mil funcionários públicos, 20 mil professores da rede municipal e 115 mil alunos. Além disso, a parceria prevê treinamentos para a população, a partir de iniciativa da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Renda (Semdec).


O acordo foi assinado pelo prefeito Bruno Reis, pelo titular da Semit, Samuel Araújo, e pelo country manager da Fortinet Brasil, Frederico Tostes, em solenidade no Palácio Thomé de Souza. A parceria com a empresa, líder global em segurança cibernética, permite a criação de um ambiente colaborativo para simplificar e integrar os sistemas da Prefeitura, tornando-os mais eficazes e automatizando a detecção e a mitigação de ameaças online.


Instituições governamentais são um dos principais alvos de criminosos cibernéticos, que buscam afetar a segurança e os serviços públicos em troca de algum ganho. Por isso, ferramentas abrangentes de segurança online são fundamentais para que o poder público possa garantir a disponibilidade de serviços à população de forma segura. Dentro do escopo de integração dos sistemas, a Fortinet ainda fará um mapeamento de todas as entidades municipais para construir um diagnóstico de vulnerabilidades existentes e melhorias necessárias nas redes, além de ações recomendadas por especialistas da companhia.




O prefeito destacou a importância da parceria com uma das maiores empresas de cibersegurança do mundo. “Com esse apoio da Fortinet, estamos passando 800 km de infovias pela cidade, garantindo acesso gratuito à internet em todos os prédios e logradouros públicos, conectando o cidadão de forma mais organizada. Essa cibersegurança é fundamental para garantir o funcionamento de áreas vitais da Prefeitura, além de proteger os dados, pois sabemos o valor da informação. Então, trazemos maior segurança para a Prefeitura também no ambiente digital”, afirmou.


“É o primeiro acordo de cooperação com um ente público brasileiro. Isso mostra o quanto evoluímos neste sentido. Estamos avançando. A Semit unificou todos os procedimentos deste setor, construindo uma linguagem única para a Prefeitura, passando a saber tudo que ocorre em cada área. Em breve, teremos a criação de um data center único, onde as informações serão cruzadas, permitindo a elaboração de políticas públicas mais eficazes, a partir de dados precisos sobre as demandas da população. Assim poderemos tomar decisões de forma mais acertada”, acrescentou.

A partir de junho, o treinamento da Fortinet para conscientização e capacitação em segurança cibernética já estará habilitado e disponível na Prefeitura. Com o treinamento, os funcionários estarão aptos a reconhecer ataques cibernéticos e evitar que o sistema da Prefeitura seja vítima dessas ocorrências, bem como proteger a eles próprios e os seus familiares. Os treinamentos do Fortinet Training Institute são certificados e contam com ferramentas interativas, vídeos e testes de conhecimento que abordam os principais conceitos, recomendações e as melhores práticas de segurança cibernética.

Segundo Frederico Tostes, country manager da Fortinet Brasil e vice-presidente de Cloud para a América Latina e Canadá, a companhia atua para tornar possível um mundo digital em que todos possam confiar, e a parceria com a Prefeitura de Salvador contribui com esse objetivo e beneficia diretamente a população soteropolitana. “A Fortinet entende que a conscientização e a educação em segurança online são parte da sua responsabilidade social corporativa e um pilar fundamental para os governos. Como parte do nosso compromisso em aumentar esse conhecimento, disponibilizamos uma série de cursos gratuitos sobre segurança cibernética para que, não apenas profissionais de tecnologia, mas entidades governamentais e a sociedade, possam ampliar as suas habilidades técnicas”, ressaltou.

Titular da Semit, Samuel Araújo lembra que a Fortinet traz toda a parte de infraestrutura para a Prefeitura. "Vamos tornar Salvador uma cidade cada vez mais inteligente, com o uso racional da tecnologia, buscando melhorar as condições de vida do cidadão. O objetivo básico deste acordo tem três pilares: formação, capacitação e segurança. Então, vamos utilizar toda a estrutura da Fortinet, que fornecerá essa experiência em segurança, com treinamento para nossas equipes, de modo a colocar Salvador em um patamar de cidade digital de ponta, neste primeiro acordo celebrado por esta empresa na América Latina", salientou.

Publicação - Neste primeiro momento, 1.500 livros infantis sobre segurança online serão distribuídos para escolas. O livro “Cyber Safe: Dicas de uma cachorrinha para segurança na Internet”, da Fortinet, narra de maneira lúdica pontos essenciais para preservar a segurança das crianças, como o compartilhamento de fotos e informações pessoais, o uso de senhas e o cyberbullying. Além disso, traz dicas para pais e responsáveis, que devem estar sempre atentos às atividades das crianças quando elas estão online. O livro também possui a versão digital, que já está disponível para uso.

A publicação também pode ser acessada por meio do lnk: https://www.fortinet.com/content/dam/maindam/PUBLIC/02_MARKETING/02_Collateral/eBooks/Libro%20Fortinet%20Ciber%20Seguro%20PORT.pdf

A SEMIT e a Fortinet trabalharão em campanhas constantes de conscientização digital para que a população tenha acesso a informações sobre como identificar e se prevenir de ameaças online, como os criminosos cibernéticos trabalham e orientações para se manter seguro. As campanhas trarão temas como o que são os ataques usando “phishing”, que rouba informações pessoais, recomendações para a proteção e o uso de senhas fortes, segurança em compras online, boas práticas no uso de e-mails, entre outros.

“O desconhecimento dos riscos quando se está navegando na internet e de como agir em uma situação de vulnerabilidade aumenta a possibilidade de uma pessoa sofrer um ataque, seja em seu celular ou computador pessoal ou no computador das empresas e dos órgãos públicos. Quando entendemos isso, passamos a adotar uma cultura de segurança online que ainda é incipiente, mas este cenário está mudando e este projeto com a Prefeitura de Salvador é um grande exemplo”, lembrou Samuel Araújo.

FONTE SECOM

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

*Campanha: MOTOCICLITAS 2023