*Campanha: BRT Salvador 2024 – PUP

Salvador inicia Operação Verão sem Mosquito 2023/2024

 


Foto: Jefferson Peixoto/Secom PMS

Com a proximidade do verão, em que há presença de temperaturas elevadas e ocorrência de chuvas rápidas, condições propícias à infestação do mosquito Aedes aegypti, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), através do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), já iniciou a intensificação de ações de controle e combate às arboviroses. A Operação Verão sem Mosquito 2023/2024 conta com ações de Levantamento Rápido de Índice para o Aedes aegypti (LIRAa) – e seguirá com diversas ações até março de 2024, atuando efetivamente em diversas localidades contra chikungunya, dengue, febre amarela e zika.

“Serão seis meses de intensificação das atividades de combate e prevenção ao mosquito Aedes, em todos os distritos sanitários da cidade. Nesse período, contamos com a parceria da população para que possamos, juntos, garantir a eliminação dos criadouros do mosquito e romper a cadeia de transmissão destas doenças”, convoca a vice-prefeita e secretária da SMS, Ana Paula Matos.

Diversas localidades como escolas, museus, terminais, eventos populares, escolas, hotéis e pousadas, estabelecimentos de saúde, condomínios residenciais e colônias de pescadores contarão com a inspeção e tratamento realizados pelos mais de 1,2 mil agentes de combate às endemias mobilizados, priorizando-se as localidades onde há maior movimentação de pessoas. Além disso, serão realizadas caminhadas e ações educativas. A operação prossegue de forma ininterrupta até março de 2024.

Finados – Dentre os locais visitados, na semana passada, estiveram os cemitérios públicos e privados da cidade, devido à proximidade do Dia de Finados (2 de novembro). Os agentes realizaram inspeção e prevenção, com aplicação de inseticida e orientações para as pessoas que vão prestar homenagens aos entes queridos.

De acordo com Isolina Miguez, coordenadora do CCZ, os cemitérios costumam ser locais que atraem os mosquitos e que nesse período, quando há maior circulação de pessoas, é necessário redobrar os cuidados preventivos. “É comum ter mosquitos circulando pelos cemitérios, por isso atenção deve ser dobrada principalmente com a aproximação do dia de finados quando a movimentação nos cemitérios costuma ser intensa”, pontuou.

Aos visitantes, a SMS orienta que não utilizem vasos ou recipientes que possam acumular água e tornar-se um ambiente adequado para a reprodução do Aedes. Os cidadãos também devem prestar atenção ao descarte do lixo em local correto, já que copos descartáveis, vasilhas, embalagens de alimentos e outros itens também podem ser favoráveis ao mosquito.

Denúncia – O órgão reforça ainda os cuidados que devem ser tomados pela sociedade civil no combate à proliferação do mosquito, como a eliminação de água parada e limpeza de áreas abertas. Os focos de Aedes aegypti podem ser denunciados através do Fala Salvador, no número 156 ou site Fala Salvador (www.falasalvador.ba.gov.br).

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

*Campanha: BRT Salvador 2024 – PUP