*Campanha: BRT Salvador 2024 – PUP

Maio Laranja motiva iluminação especial em monumentos de Salvador

Foto: Ascom Dsip/Semop

Os viadutos do BRT (Bus Rapid Transit) de Salvador, o monumento a Clériston Andrade, na Avenida Garibaldi, e o Elevador Lacerda, no Centro, receberam iluminação cênica na cor laranja em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – Maio Laranja, campanha que mobiliza órgãos públicos e demais entidades da capital baiana em torno do tema. A ação foi promovida pela Diretoria de Serviços de Iluminação Pública (Dsip), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), em parceria com a Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ).

O diretor de Iluminação Pública de Salvador, Ângelo Magalhães, destacou a importância da ação conjunta para dar visibilidade à campanha de conscientização sobre o combate à violação de direitos de crianças e adolescentes. “Através da iluminação cênica, a Dsip faz um papel social de fortalecer campanhas de conscientização. No Maio Laranja, iluminamos os viadutos do BRT para chamar atenção sobre a necessidade de combatermos o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. O simbolismo dessa iniciativa faz a sociedade refletir sobre a necessidade de proteger, repreender e denunciar qualquer ato de violação do direito de meninos e meninas”, declarou.

O mês é especialmente dedicado às mobilizações em alusão à campanha, dando visibilidade à importância das agendas formativas e de mobilização, tendo em vista o crescimento do número de casos de abuso sexual contra meninas e meninos. O cenário amplia a necessidade de promover ações que divulguem e ampliem o acesso à informação, garantindo proteção e cuidado, além da responsabilidade com o público a partir das formações dos profissionais.

Para a titular da SPMJ, Fernanda Lordelo, a campanha do Maio Amarelo está, aos poucos, alcançando cada vez mais a população soteropolitana. "Seguimos nas ações do Maio Laranja, promovendo o combate à exploração e o abuso sexual infantojuvenil. Precisamos adentrar lares e escolas, tocando neste assunto extremamente sensível. E quando levamos isso a monumentos e demais pontos da cidade, faz com que a população questione, busque informações e, assim, possamos todos contribuir ainda mais no fortalecimento da rede de proteção da criança e do adolescente em nosso município".

Reportagem: Eduardo Santos/Secom PMS

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

*Campanha: BRT Salvador 2024 – PUP